Se você for acompanhar a sua mulher nas compras nesta loja, pode ir dando meia volta e indo embora! A empresária cearense Andrea Costa, de 35 anos, decidiu proibir a entrada de homens na loja de roupas feminina, no interior de São Paulo. Segundo ela, a medida foi motivada pelo comportamento dos indivíduos do sexo masculino, que frequentavam o local e assediavam clientes e modelos.
proibe homens

Um dos avisos fixados na vitrine diz: “Homens, se não forem provar (roupas), esperem do lado de fora da loja”. Segundo os cartazes, homens que depreciam os corpos das mulheres, que traem suas companheiras e flertam com as atendentes do estabelecimento não são bem-vindos:

— Eles (homens) entravam na loja, ficavam atrás das mulheres, quando não era depreciando o corpo delas, era olhando para elas trocando de roupa no provador através das cortinas. Temos um estúdio de fotografia dentro da loja e muitos homens vinham e entravam apenas para olhar as modelos — disse a empresária ao portal G1.

Mas um aviso se destaca dos demais: a entrada do pet é liberada. Andrea disponibiliza água e ração para as clientes que trouxerem seus animais de estimação.
placa homens

O que você achou da loja que é pet friendly e anti-homem? Rsrs.