O Gangster tem o Denzel e o Russel. Tem o Ridley na direc?o. E tem uma historia retirada de um livro. No cerne, o seguinte: um negro domina o trafico de drogas em New York, arrebentando irlandeses, italianos e pormenores. A ideia e basica: mostrar como um imperio surge em cima de veias injetaveis e do baixo preco da ?blue sky? (vide filme, nos cinemas). Mas a graca e como isso e contado, com um encontro entre os protagonistas que so acontece no final e com um silencio sublime. A historia e real e Ridley acerta de novo. Acerta porque voce se diverte com dialogos e cenas classudas. Mas a historia e real e isto e lembrado na cena final. Trafico de drogas, cada vez mais parece, e um mundo sem volta. E para todos os lados: do usuario ao traficante (ou ?comerciante?, como diz Mano Brown). Por mais forca que Amy Winehouse e a Rehab ? que ela se gabava dizendo ?no, no and no? ? facam. Capit?o Nascimento so existe no cinema, meu caro ? ou num camelo pertinho de voce. E drogas, voce sabe, s?o pops. Tipo a propria Amy Winehouse.


Postado por Potter