Uma mulher do Arizona, nos Estados Unidos, está colocando a vida em risco para realizar um experimento com o próprio corpo. Susanne Eman, de 32 anos, quer chegar ao peso de uma tonelada para testar se isso é humanamente possível (se não for, ela morre) e quebrar o recorde mundial, se tornando a mais gorda da história. Atualmente, ela está com cerca de 330 quilos.

Mãe de dois filhos – Gabriel, de 16 anos, e Brendin, de 12 (ambos já meio gordinhos) -, Susanne afirma ter alcançado a marca de mãe mais obesa do mundo, superando o registro de 317kg da recordista anterior, Donna Simpson, de 43 anos, de Nova Jersey.

O desafio teve início quando a mulher chutou o balde, visto que não conseguia parar de ganhar peso naturalmente. Adotando a máxima do “se não pode vencê-los, junte-se a eles”, ela resolveu extrapolar no crescimento do corpo.

- Quanto maior eu fico, melhor me sinto. Sinto-me mais confiante e sexy - disse, de acordo com o “The Sun“, ressaltando que o corpo obeso atrai mais homens (que devem achar que ela é, literalmente, muita mulher).

Embora a aspirante a recordista garanta fazer exercícios e exames regulares, os médicos já a alertaram sobre os perigos de sua atitude. É como se estivesse fazendo uma “roleta-russa” com o corpo, segundo eles.

Alheia aos avisos, Susanne ingere mais de 21 mil calorias diárias. Para garantir a “dieta de engorda“, a mãezona vai com os dois filhos uma vez por mês a um “passeio” de oito horas no supermercado, enchendo seis carrinhos de compras. Eu sugiro adotar logo um caminhão.

>>Confira piadas e humor em geral no blog Não clique aqui<<

Comentários facilitados: para quem ainda não percebeu, o blog não está mais exigindo cadastro para comentar. Deixe sua opinião!

Twitter: receba as atualizações do blog. Sigam-nos os bons!
@crespani
@mundoidao