Angela Byrd, uma mulher que estava em um voo nos Estados Unidos, presenciou uma cena um tanto quanto espetacular: um desconhecido tentando acalmar o bebê de uma mãe que estava sozinha. Ela registrou o momento e postou no Facebook:

Tradução:

“Este homem, que era um desconhecido para esta mulher, ofereceu-se para ajudá-la porque ela estava grávida e sozinha em um voo e seu filho estava triste e birrento. Ele disse a ela que era pai e que queria ajudá-la para que ela pudesse descansar.

Durante a maior parte do voo de Minneapolis para Atlanta ele ficou andando pelo corredor, dando assistência ao filho da mulher como se fosse o seu.

Eu estava em lágrimas… não porque ele era branco e ela negra… mas porque isso me mostrou que ainda há pessoas BOAS em um mundo tumultuado”.

Atitudes como essas nos fazem acreditar que ainda existem pessoas dispostas a fazer o bem, e que nem tudo está perdido. Realmente emocionante!