letter

Todos nós cometemos erros, mas poucos são CORAJOSOS o suficiente para admiti-los e aprender com eles. Há algumas semanas, o dono de uma pizzaria recebeu uma carta pelo correio de um cliente. A imagem do bilhete foi postada pelo cara no Reddit com a legenda: “Recebi isso hoje. Estou sem palavras” (como você também vai ficar, depois de ler o que ela diz!)

A carta diz:

Caro senhor.
Em 2002, eu fiz um pagamento com um cheque sem fundos na sua loja. Eu estava passando por uma época muito difícil financeiramente e estava sem esperança. Eu não tinha dinheiro e tinha uma criança com fome em casa, então usei um cheque que eu sabia que não seria cobrado pelo meu banco. Não estou criando desculpas para o meu comportamento, só estou explicando o contexto.
Eu penso nisso frequentemente e fico envergonhado pela minha atitude. Visitei sua loja várias vezes nos últimos anos e sempre quis confessar e pedir que me perdoe, mas não consegui tomar coragem, então apenas comi minha pizza e saí.
Eu tenho trabalhado muito num emprego sólido na última década e sinto que é minha responsabilidade remediar essa situação. Espero que não tenha ressentimentos.
Eu incluí na conta 54,39 dólares. Cheguei a esse valor levando em conta que o pedido original era de 20 dólares e adicionei 8% de juros compostos anuais pelos últimos 13 anos.

A carta não foi assinada, mas o que vale é que ele ou ela admite que errou (mesmo que isso tenha levado 13 anos!). CABE DIZER AQUI QUE “NÃO EXISTE TRAVESSEIRO MAIS MACIO DO QUE UMA CONSCIÊNCIA LIMPA E TRANQUILA”.