caobalcao

Às vezes a gente chega em um lugar para comprar e é mal atendido, encontra com gente mal-humorada e antipática. Por isso, é muito mais legal ter a experiência de encontrar um cão como balconista.

O cachorro dessa história, da raça shiba inu, atendendo em um estabelecimento no Japão. Quando o cliente chega, ele abre a portinha e faz a recepção, com uma expressão muito convidativa.

O estranho é que o animalzinho malandro não vende nada, e ainda se beneficia com os clientes que, seduzidos pela sua fofice, lhe dão comida e carinho. Não tem como resistir.

balcao001

Mas, pensando bem, ainda bem que ele não vende. Aposto que iria se complicar para dar troco em moedas usando as patinhas.