Uma garrafa de vodca foi o santo remédio que salvou a vida de um filhote de cachorro na Austrália. O canino, chamado Cleo, havia ingerido líquido anti-congelante para peças de automóvel.

Com menos de três quilos, o cãozinho, da raça American Staffordshire, precisou dar apenas umas lambidas no anti-congelante para ficar envenenado. Em pouco tempo estava próximo de uma insuficiência renal, e a dona, Stacey Zammit, de 27, correu para o veterinário.

No consultório, o especialista, Scott Hall, teve ideia de usar o álcool para parar a reação que estava provocando a falência (sendo filhote, será que ele tinha idade para beber?). A vodca que um enfermeiro tinha no carro foi o medicamento. Conforme o “Orange“, o cão ingeriu mais de um terço da bebida durante o tratamento (cuidado para agora não precisar de ajuda do AA!).

Eu não gosto muito de vodca, mas sei que muito marmanjo adoraria tomar o “remédio” do cachorro.

Comentários facilitados: para quem ainda não percebeu, o blog não está mais exigindo cadastro para comentar. Deixe sua opinião!

Twitter: receba as atualizações do blog. Sigam-nos os bons no @crespani