O jardineiro Zhang Jianquan se encheu de ter que regar as plantas várias vezes por dia e inventou um vaso que só precisa ser regado e fertilizado de seis em seis meses – assim até eu vou ter uma samambaia.

Segundo o inventor chinês, que batizou a engenhoca de vaso para preguiçosos, a parte inferior do invento dispõe de um compartimento com água e fertilizantes. As substâncias passam para a seção superior, onde estão a terra e as raízes, através de um sistema de canos e buracos, mas que ele não quis detalhar, afinal o vaso já foi patenteado e está em processo de produção industrial.

O jardineiro acrescentou que o vaso não só economiza trabalho mas também água, e prometeu que ele será muito barato. O custo de produção é de cerca de US$ 0,13.

Zhang, após 30 anos trabalhando incansavelmente como jardineiro, diz que seu sonho agora é conseguir vender a invenção aos organizadores dos Jogos Olímpicos de Pequim 2008. Ele sonha em ver os seus vasos para preguiçosos enfeitando as instalações olímpicas.

Postado por Guilherme Neves