Um ladrão argentino (só podia!), que junto com dois cúmplices cometeu um roubo na casa de seu tio, foi identificado e detido nesta sexta pela polícia. O inacreditável é que ele foi preso por ter deixado uma dentadura postiça cair durante o assalto.

O roubo ocorreu no dia 14 de julho em uma casa da cidade de Córdoba, no centro do país hermano. Os ladrões levaram dinheiro, jóias e roupas de Juan Navarro. Ao denunciar o fato à polícia, a vítima disse que não conseguiu ver os rostos dos delinqüentes, mas destacou que um deles estava muito nervoso, a ponto de, durante o roubo, deixar a prótese dental que usava cair e nem sequer a recolher (amador!).

Poucos dias depois, Navarro notou que seu sobrinho, identificado como Sergio Villagra, estava completamente desdentado e, assim, garantiu aos investigadores que suspeitava de sua possível participação no assalto.

A autoridade responsável pelo caso ordenou que a dentadura postiça encontrada no lugar do roubo fosse submetida a um teste, que confirmou a ligação com o suspeito, que possuía antecedentes criminais e acabou foi detido.

Os desconfiados dizem que não se pode contar nem com os próprios dentes, porque eles podem nos trair e morder a nossa língua. O argentino Sergio Villagra acaba de inventar uma nova modalidade.

Postado por Mari Hahn