Anota aí: The Perfection! Uma ótima surpresa na minha semana. Em sua maioria, as críticas são ótimas (E COM RAZÃO)! Adicionei à minha lista do Netflix e deixei morgando ali até o dia em que eu não tivesse nada específico pra ver. Que baita tempo desperdiçado! O filme original da plataforma de streaming surpreendeu qualquer expectativas que eu tinha, mas já listo todos os motivos abaixo. Vamos para a sinopse e a ficha técnica!

The Perfection conta a história da Charlotte Williams, uma musicista extraordinária que abandonou os estudos de violoncelo para cuidar da mãe doente. Após sua morte, Charlotte vai – literalmente – até a China para reencontrar seu mentor e sua esposa, Anton e Paloma, respectivamente. Quando ela estudava cello com eles, a protagonista era, não só excelente, mas a favorita! Porém, no reencontro, Charlotte descobre que o casal, especialmente Anton, tem uma nova favorita: Lizzie. Por terem a mesma história na música, elas entendem uma a outra. O que Charlotte passou, Lizzie também viveu. Por isso, a ligação é instantânea entre elas. A partir daí, a história se desenrola de uma forma inimaginável.

#1 Surpresa revigorante para os fãs de terror

the-perfection01

A história de The Perfection parece não ter nenhuma surpresa. Uma garota que um dia era especialista num instrumento musical encontra uma outra garota que agora é A especialista. Ciúmes? Inveja? Uma atacou a outra… Uma se deu bem. A outra nem tanto. Aqueles clichezões. Mas o filme, com traços de terror psicológico, vai além disso.

#2 As reviravoltas do roteiro

the-perfection02

The Perfection é um thriller psicológico que te prende. Ao longo da 1h e 30 minutos de duração, o roteiro muda de direção várias vezes. Num momento tenso, tu acha que a Charlotte é louca e que sim, ela fez isso por ciúmes pelo seu mentor já ter outra favorita. No outro, tu acha que Lizzie ficou mais louca ainda e quer se vingar fortemente de Charlotte. Mas no final das contas, nada é o que parece ser!

#3 Atuações MUITO críveis

the-perfection03

Seria preocupante, com tantas voltas no roteiro, se as atuações fossem fracas. Ninguém iria acreditar na primeira versão tão veementemente se não fosse pela capacidade cênica. Destaco aqui, o trabalho da protagonista Alisson Willians (Corra!) e da atriz Logan Browning (Cara Gente Branca). Se não fosse por elas, a tentativa de “ir e voltar” na história não valeria de nada.

Até aqui não tem nenhum spoiler! Mas se tu pretende ver o filme sem saber nenhum detalhezinho, sugiro parar de rolar o post ;]

spoiler

#4 Enredo que prende

the-perfection04

A primeira versão dos acontecimentos é maravilhosa. Uma psicopata e uma vítima.

A segunda versão transforma a vítima em psicopata.

A terceira versão mostra a a verdade por trás de tudo, e a vingança é fenomenal e impactante.

Através de idas e vindas, a história conta o plano inteligente (mas completamente maluco) de Charlotte para livrar Lizzie das mãos e dos jogos do perverso Anton, o mentor.

#5 Produção original da Netflix

the-perfection05

The Perfection entra pra lista de originais da Netflix que não floparam, o que já é uma vitória. Mas não só por isso, a história é criativa, o formato é cativante e o enredo é surpreendente.

#6 Para um filme, passa rápido!

the-perfection07

Em tempos de overdose de séries, parar e assistir horas de uma mesma história com um final distante pode até desanimar. Mas como The Perfection não tem uma linearidade quebrada, é impossível não parar e não prestar atenção. Uma fala perdida pode significar um grande gancho perdido também.

#7 O final, mas tipo O final

the-perfection06

Eu gostaria de explicar pra vocês o quão FODA que é. Mas daí tiraria toda a graça. Acredita em mim: fez muito sentido e eu aplaudi de pé.

#8 A mensagem por trás

the-perfection08

Em entrevista a Entertainment Weekly, o diretor Richard Shepard definiu o porquê do final do filme ser tão emblemático:

“Representa o poder do dueto. O sentimento de orgulho e desafio que você vê, são pessoas realizadas. Passaram por um arco único de momentos tão dolorosos e agiram contra aquelas pessoas, tendo uma vingança física”, explicou o cineasta.

Não te convenci? Então, assiste ao trailer!