[O comunicador Rodrigo Adams (@rodrigoadams) é fã da série Rocky Balboa e foi na pré-estreia de Creed 2. Neste texto especial ele nos dá sua opinião sobre o filme.]

Difícil perguntar a um fã de Rocky Balboa (Sylvester Stallone) qual o seu filme favorito da franquia. Uma boa parte dos fãs considera Rocky 4 (1985). Vamos recuperar o filme, de 1985. O cenário é da Guerra Fria entre Estados Unidos e União Soviética. Querendo mostrar o talento e o poder de seu boxeador, conhecido como Ivan Drago (Dolph Lundgren), os soviéticos desafiam os americanos para uma luta de exibição. Apollo Creed (Carl Weathers), aposentado há alguns anos, pede a Rocky para que seja seu corner na luta. O final da disputa todo mundo lembra, Apollo é nocauteado no segundo round, após exigir que Rocky não atirasse a toalha. O desejo de não ser humilhado resultou na própria morte no ringue.

Creed 2

Após isso, Rocky embarca para a União Soviética em busca de revanche. Após um período sabático de treinamentos, ele enfrenta Drago na mais violenta de suas batalhas. Tanto é verdade que, mesmo com a vitória, Balboa é obrigado a se aposentar.

O link para Creed 2

Creed 2 começa com Adonis Creed em busca do título mundial de boxe. Enquanto isso, na Ucrânia, Ivan e seu filho Viktor Drago (Florian Monteanu), tem uma vida sofrida, revezada entre trabalho pesado e treinos de boxe. A vida melancólica da dupla ganha um pouco de sentido após um organizador de lutar os procurar e propor que ambos embarquem para a América e desafiem Adonis.

Creed 2

Qualquer coisa a partir daqui, seria sacanagem e um tremendo spoiler. Afinal, Creed desamarra alguns nós de Rocky 4. Quem nunca se perguntou: o que aconteceu com Ivan Drago após a derrota? O spin off da saga de Rocky Balboa é, na verdade, uma sequência de Rocky 4, e não de Creed (2015).

Creed 2

A trilha sonora é impecável. As cenas de luta são muito reais. A atuação do talentoso Michael B. Jordan é incrível. Mas quem rouba a cena é Sylvester Stallone, que mais uma vez de forma brilhante dá vida ao seu maior personagem. Eu escrevi que não teria spoiler. Pretendo cumprir. Mas Creed 2 deixa alguns nós para uma sequência. E ela deve vir. Como diria Mick, o lendário treinador de Balboa: “Eu ainda não ouvi o som do gongo”. Então, não atiremos a toalha.

Creed 2