James Gunn foi demitido pela Disney após uma série de twits antigos dele voltarem à tona com assuntos polêmicos e piadas de (no mínimo) mau gosto e por isso os fãs de Guardiões da Galáxia vão ficar órfãos do homem que transformou em franquia de sucesso uma HQ da Série C da Marvel.

Mas agora uma notícia pode alegrar tanto os fãs dele quanto os fãs da DC: James Gunn está em discussões para assumir tanto o roteiro quanto a direção do novo filme do Esquadrão Suicida.

A equipe de vilões da DC que se mete e situações heróicas para amenizar a pena teve um filme estrelado por Will Smith e Margot Robbie com críticas ruins, bilheteria enorme e um Oscar na prateleira; e uma continuação foi imediatamente aprovada pela DC. Mas a produção teve problemas e recentemente o terceiro diretor seguido saiu do projeto.

E aí entra James Gunn, recém demitido da Marvel.

Segundo fontes do estúdio entretanto, James Gunn não vai desenvolver uma “sequência”, mas sim uma abordagem nova em cima da marca Esquadrão Suicida, com seu mix de heróis, anti-heróis, vilões e maníacos psicopatas.

james-gunn-suicide-squad-2

Esquadrão Suicida não foi um bom filme. Mas o material original (apesar de desconhecido do público) é bom e pode ser aproveitado em uma história interessante e divertida. Se tem alguém que pode desenvolver um bom filme do Esquadrão Suicida é James Gunn.

Interessante que uma nova era de filmes da DC pode acontecer com um aproveitamento de sobra da Marvel.