Desde que a Disney demitiu o diretor James Gunn da produção e direção do 3º filme dos Guardiões da Galáxia, Dave Bautista (Drax) manifestou-se sobre o ocorrido, o elenco todo de Guardiões da Galáxia também se pronunciou, escrevendo uma carta aberta apoiando Gunn.

Agora quem toma partido do diretor é Chris Pratt. 

O astro que interpreta Starlord nos filmes da Marvel cedeu uma entrevista para o Associated Press, destacando que o elenco se encontra em uma posição complicada:

“Não está fácil. Todos nós amamos James e ele é um bom amigo para nós, mas também amamos atuar em Guardiões da Galáxia. É uma situação complicada para todo mundo. E sabe, só queremos seguir em frente, fazer o que é certo e sermos as melhores pessoas que pudermos.”

Pratt também comentou sobre seu silêncio inicial, durante a San Diego Comic-Con, além de lembrar que a carta que ele assinou ao lado do elenco é a posição oficial do grupo sobre o caso de James Gunn:

Eu adoro ir à Comic-Con, mas acabei não fazendo muitas entrevistas na época porque foi tudo muito chocante. Tudo o que sei é que dedicamos nosso tempo e esforços na declaração que divulgamos sobre isso. E acho que todos nós queremos que aquela declaração seja essencialmente o que temos a dizer sobre isso. E fomos bastante claros e honestos sobre como nos sentimos.

James Gunn foi demitido da direção de “Guardiões da Galáxia Vol. 3″ após o resgate de antigos tweets, que faziam piadas com estupro e pedofilia. O diretor se pronunciou sobre a demissão, dizendo compreender as decisões do estúdio e pedindo desculpas por mensagens ofensivas.

Se você quiser saber mais sobre o ocorrido, clique aqui.