As redes sociais estão cada vez mais comuns, afinal, elas são a forma mais prática das pessoas se comunicarem. O problema é que nem sempre a comunicação é interpretada como ela realmente é, e isso acaba gerando conflitos. Fala sério, quem nunca passou por isso?

Só que na Austrália, a coisa ficou séria entre duas colegas de trabalho.

28124541247264

Uma funcionária já tinha feito 18 reclamações sobre como a chefe dela a tratava no ambiente de trabalho. Nove delas foram acatadas, inclusive uma envolvendo o Facebook, porque a chefe desfez a amizade com a funcionária.

Por incrível que pareça, isso foi o que constatou evidência, de acordo com a Justiça do país, que a funcionário sofria bullying no trabalho. Além disso, o juiz disse que a chefe é imatura emocionalmente por ter excluído a funcionária da sua rede de amigos e também por fazer diferença entre ela e os outros colaboradores.

facebook-jpg

A punição da chefe foi que interrompesse a perseguição, mas não há certeza se ela deveria, ou não, adicionar a funcionária na sua rede social novamente. Que loucura!