Frank Miller é um dos maiores escritores e desenhistas de quadrinhos de todos os tempos. Ele é responsável (junto com alguns outros autores) da renascença das HQs na década de 80, quando as histórias ficaram mais sombrias, mais realistas, com ângulos adultos e as graphic-novels se popularizaram nas livrarias, deixando as bancas de jornais e as crianças de lado. (Pelo menos um pouco).

Miller escreveu e desenhou a mini-série “O Cavaleiro das Trevas” (The Dark Knight Returns), extremamente aclamada pela crítica e considerada uma das melhores HQs da história. Anos depois ele escreveu e desenhou “O Cavaleiro das Trevas 2” (The Dark Knight Strikes Again), mini-série boa, mas que não teve a mesma explosão emocional para os fãs das histórias, que em geral acharam que a criação não convenceu.

Desde então Miller andou afastado dos grandes heróis, preferindo criar HQs em que tem mais propriedade intelectual (como a série Sin City e 300, ambos adaptados para o cinema) e teve breve passagem pela série All-Star Batman, em que mostrou que se tornou o Lobão das HQs: mais reacionário, mais conservador, mais Clint Eastwood, criando um Batman que poderia tranquilamente ser um Charles Bronson de capa.

E hoje Frank Miller twitou a seguinte imagem, mostrando que está voltando ao Batman, para o que deve ser a conclusão da trilogia do Cavaleiro das Trevas:

i05xofd90d4aoolytoa1

“Dark Knight III – The Master Race” será feito em conjunto com o escritor Brian Azzarello (conhecido pelas histórias da série 100 Bullets e pela abordagem de crimes noir e gângsters e submundo da violência urbana). Sabe-se que Miller não irá desenhar, mas ainda não se sabe o nome do desenhista.

Segundo informações da DC Comics (na voz dos publishers Jim Lee e Dan DiDio) “a história que Frank e Brian criaram é uma conclusão triunfal e impressionante para sua obra que influenciou e moldou gerações de leitores e criadores de HQs”.