infosfera internet explorer morte spartan microsoft

A Microsoft vai abandonar o Internet Explorer a partir do Windows 10, segundo matéria do conceituado site de tecnologia ZDNet. Fontes internas disseram à repórter Mary Jo Foley que a empresa do Bill Gates está desenvolvendo um novo navegador para substituir o obsoleto IE.

O novo browser em desenvolvimento é chamado Spartan e promete ser mais leve e flexível com regras de linguagens de programação web (como HTML5, css etc), além da possibilidade de receber extensões. A repórter indica ainda que o Spartan possa ser lançado em outras plataformas, como Android e iOS

Para os gamers, o nome é uma referência direta à unidade de supersoldados da franquia Halo, exclusiva do Xbox. Essa é a segunda referência do jogo que invade fronteiras de outros produtos da Microsoft. A primeira é a assistente pessoal Cortana disponível no Windows Phone 8.1, equivalente ao Siri do iPhone, inteligência artificial que guia as missões interplanetárias em Halo.

De acordo com a ZDNet, é possível que o novo Windows seja lançado com o IE 11 e o Spartan inclusos. No Windows XP foi adotada estratégia semelhante com o MSN Explorer e o IE, que vinham pré-instalados. Porém, o navegador do extinto MSN não passava de uma skin moderna, com os mesmos problemas técnicos do Internet Explorer.

Integrado ao sistema operacional desde o Windows 98, e disponível gratuitamente para as edições anteriores, o IE dominou o mercado e não deu espaço para concorrentes como Netscape e Firefox (que continua na ativa com cerca de de 12%).

O nocaute foi o lançamento do Google Chrome em 2008, mais leve, intuitivo e com suporte a aplicativos e extensões próprias e de terceiros. O navegador do Google tem 35% do mercado contra 12,5% do IE, segundo a Shareaholic.