A tecnologia é tão presente na vida de algumas pessoas que acaba se mantendo até que nem a morte separe. Pelo menos essa é a ideia por trás da criação da empresa QR Memories, do Reino Unido. A companhia faz lápides com QR codes, para que o visitante possa receber no smartphone informações sobre o morto.

No túmulo, um código QR – que significa quick response, ou resposta rápida – remete ao perfil do falecido, além de fotos, vídeos e homenagens feitas por familiares e amigos. No site, o serviço custa cerca de R$ 970, com um extra de R$ 300 por hospedagem ilimitada.

A ideia, conforme o “The Sun“, é acabar com o problema de as pessoas passarem pelas lápides nos cemitérios sem saber quem são seus ocupantes. Com os códigos, basta apontar o telefone e ler a biografia do defunto, semelhante a um código de barras para consultar preços no supermercado.

Comentários facilitados: para quem ainda não percebeu, o blog não está mais exigindo cadastro para comentar. Deixe sua opinião!

Twitter: receba as atualizações do blog. Sigam-nos os bons!
@crespani
@bloginfosfera