Com 80% dos votos, os eletroeletrônicos foram considerados uma boa opção para as compras de Natal pelos internautas que votaram na enquete do canal de tecnologia do clicRBS. A alternativa mais votada dizia “sim, as promoções sempre favorecem uma boa compra”. Os outros 20% votaram “não, são caros e desatualizam rapidamente”.

Entre os eletrônicos, o iPhone é o preferido. Três internautas sugeriram o aparelho da Apple ao responderem qual presente tecnológico você gostaria de ganhar do Papai Noel?

PlayStation 3, notebooks e TVs de plasma também foram sugeridos, ao lado de celulares, computadores desktop e MP5.

Teve até quem desse todas as características da sua máquina, como o internauta Leonardo Machado, de Alvorada (RS):

– Bom, eu gostaria de ganhar um super computador com 4GB de memória, 180GB de HD, placa da vídeo de 1GB, placa mãe Asus, monitor de 42 polegadas, mouse e teclado wirelles, gabinete ATX personalizado, memória cache de 8MB, webcam de 8.0 mega.

Achou meio difícil? Que nada. Há alguns que são impossíveis… ou será que não? Dê uma olhada aí, e julgue por si.

– Meu sonho é um aparelinho discreto que ao manter pressionado um botão emudece todos os celulares num raio de 10 metros. Quando estiver a venda, serei o primeiro a comprar, não importa o preço. Essa praga de celulares, não dá mais para agüentar; não tenho interêsse em ouvir a conversa dos outros – disse Daiene Kohler de Teutônia (RS)

– Queria ganhar uma maquina que levasse o Juventude de volta a primeira divisão!! – Rogério Rosa, Canoas (RS)

– Gostaria de ganhar um detector portátil de combustível adulterado – Sandra e Carlos, de Novo Hamburgo (RS).

– Gostaria de ganhar uma MOCHILA VOADORA!!!!!! – pediu Gaspar Carvalho, de Itaqui (RS).

– Um detector de político corrupto – escreveu Genaro Dworzecki, de Camaquã (RS).

Uma televisão com imagem tridimensional foi o pedido de Angelo Luis Baltasar, de Pouso Alto (MG).

>> Sei que ainda é cedo para perguntar, mas, assim que passar a meia-noite, conta aí: você ganhou seu eletroeletrônico de Natal?

Postado por Guilherme Neves