A banda inglesa de rock Jethro Tull vai tocar hoje em Porto Alegre, no Araújo Viana! A turnê se chama The Rock Opera, e já passou pelo Reino Unido, pela Rússia e resto da Europa antes de vir pra cá.

Trocamos uma ideia com o grande Ian Anderson, líder da banda e ativista:

Você já comeu churrasco?

Nao sou o tipo de cara que curte a ideia de animais queimando lentamente no fogo, sou mais o cara dos vegetais. Quer dizer, eu como carne uma ou duas vezes por semana mas sou mais dos vegetais mesmo. mas sim, ja devo ter comido o seu churrasco mas não seria minha primeira opção.

Como você está se sentindo com relação a essa crise dos refugiados na Europa?

Acho que todos estão se sentindo da mesma forma, fomos todos atacados por esse luto humanitário. Mas também estamos preocupados porque não existe um solução real para que essas pessoas sejam rapidamente integradas aos países europeus. Muitos deles não têm documentos, ou passaportes, vistos ou qualquer tipo de informação. Então não tem como saber quantos são refugiados e quantos estão querendo se aproveitar da situação para cruzar a fronteira. e uma situação muito difícil. Nesse ano são esperados mais de um milhão de pessoas que vão entrar na Europa e muitos países não querem aceita-los em sua sociedade. O grande problema é que a solução esta lá na origem, nos conflitos árabes, guerras no oriente médio, crise na Nigéria. mas de qualquer forma serão um milhão de refugiados nesse ano, 1,5 milhão no ano que vem, 2 milhões no outro… e um cenário muito complicado se desenvolvendo a partir de agora. Estão todos atrás de uma vida melhor e alguns países simplesmente não podem suportar esses novos habitantes.

Você sente vontade de se envolver com campanhas humanitárias?
Bem, todos nós nos envolvemos com algo de alguma forma. eu apoio instituições de caridade que às vezes têm a ver com saúde, conservação animal… eu não coloco caridade humana no topo da minha lista. estou mais preocupado com a preservação do meio ambiente e dos animais, até porque os problemas que existem no planeta foram causados justamente pelas pessoas. a natureza não é responsável pelos efeitos das ações humanas. No lado humano nós temos algumas pessoas maldosas, algumas corporações maldosas que estão nos fazendo perder o mundo. Meu sentimento com relação às pessoas é que elas vêm em segundo depois da preservação da natureza. Ou ate em terceiro, depois da preservação da natureza e do bem estar dos animais.

Se você fosse o imperador da terra, qual a primeira lei que você aprovaria?

Por trás de toda a luta no mundo está o fanatismo religioso que faz jovens se engajarem em guerras em nome da fé. Eu jamais poderia banir as religiões do mundo, como o cristianismo, judaísmo ou hinduísmo. As pessoas precisam de religião. Eu inclusive apoio a igreja católica na Inglaterra e não sou cristão, mas apoio os valores que a igreja representa na educação. eu vejo a religião como responsável por boa parte dos problemas no mundo, mas também acho que a religião prega muitas coisas boas. o problema e quando ela e levada de uma forma extremista onde homenzinhos malvados, não mulheres, decidem usar o poder para controlar as mentes e as ações de pessoas impressionáveis que acabam indo à guerra por causa disso. É muito parecido com o fanatismo de torcedores de futebol que são violentos uns com os outros.

No brasil, como na Inglaterra, somos apaixonados por futebol e música. Você gosta de jogar bola ou só assiste na tv? Como é sua vida com o futebol?
O futebol é um jogo que eu jogava quando crescia na Escócia. depois eu acompanhei as copas do mundo com a seleção escocesa e a seleção brasileira e os torcedores celebrando juntos. Digo isso porque alguns países tem uma tradição de misturar violência com o esporte, especialmente em alguns times. e um pouco como religião, porque as vezes o futebol une as pessoas em prol de uma causa comum e outras vezes e o gatilho para que as pessoas soquem umas as outras, ou ate pior.

 

Jethro Tull
terça-feira, às 21h. Classificação: livre. Duração: 90 minutos.
Auditório Araújo Vianna (Osvaldo Aranha, 685).
O show: a banda britânica apresenta o espetáculo The Rock Opera.
Ingressos: R$ 200 (plateia baixa lateral), R$ 180 (plateia alta central) e R$ 160 (plateia alta lateral). O demais setores estão esgotados. Descontos de 25% para sócios do Clube do Assinante nos primeiros 200 ingressos e 10% nos demais ingressos. Na compra de um ingresso pelo valor inteiro, o segundo no mesmo setor sai por R$ 1.
Pontos de venda: bilheteria do Teatro do Bourbon Country e site ingressorapido.com.br