Alerta plágio! Katy Perry perdeu o processo de plágio pela canção Dark Horse. A cantora foi acusada de copiar o instrumental da faixa de rap cristão ”Joyful Noise”.

katyFoto: reprodução

O processo foi iniciado em 2014, após FlameEmanuel Lambert e Chike Ojukwuhis alegarem que a cantora usou o instrumental da faixa ”Joyful Noise” no sucesso‘Dark Horse”.

De acordo com o processo, Flame afirma que Katy Perry destruiu suas reputações nos círculos cristãos. Segundo ele, o clipe da faixa é cheio de objetos relacionados à bruxaria e imagens anti-cristãs. No tribunal, a voz de Bon Appétit se ofereceu para cantar sua música após problemas técnicos e arrancou risadas do júri ao dizer: “Eu posso apresentá-la ao vivo para vocês”

KATY
Foto: BACKGRID

Em um depoimento de 35 minutos, ela afirmou que jamais havia escutado Joyful Noise. E que apesar de seu contato com a música gospel, ela sempre escutou músicas consideradas ‘mundanas’ . Também afirmou que a batida da música é bem comum.

“Não há um registro de direitos autorais pelo beat em si, o que significa que nenhuma alegação de violação de direitos autorais pode ser trazida a respeito do beat”,  defenderam os advogados da cantora.

Porém, após uma longa semana de depoimentos no tribunal, a sentença foi decidida pelo júri constituída por nove membros: Dark Horse é plágio! O valor da indenização ainda não foi revelado.

Compare a música da Katy Perry com ‘Joyful Noise’:

 

E você? Concorda com o veredito? Conta aí!