Steven Tyler, vocalista da banda de rock Aerosmith, abriu mais uma casa de acolhimento, em Memphis (EUA), para meninas que sofreram quaisquer tipos de abusos, chamada Janie’s House. O cantor doou cerca de R$ 2 milhões (mais ou menos US$ 537 mil). Anteriormente, o local era mantido pela fundação Youth Villages.

steven-tyler-janies08022019_cv2Foto: divulgação

A vontade de ajudar uma casa de acolhimento surgiu após Steven Tyler ter passado um tempo num centro de tratamento conversando com vítimas de abuso.

Como vocês podem imaginar, estar em uma banda com homens por 50 anos, você pode ter problemas. Ao invés de desistir, eu decidi ir à esse centro de tratamento para dependência emocional. Enquanto estive lá, todas as garotas que conheci haviam sido abusadas fisicamente, mentalmente ou verbalmente. Pelo menos 90% de todas elas. (…) Isso faz bem ao meu coração e à minha alma, disse o cantor, de 70 anos de idade.”, contou o cantor.

A casa de acolhimento Janie’s House de Memphis, tem capacidade para 14 meninas por vez e oferece terapia como recuperação dos traumas. Além disso, também fornece apoio as famílias. Esta foi a segunda Janie’s House aberta nos Estados Unidos. A primeira é localizada em Atlanta e uma terceira será aberta em Las Vegas ainda este ano.

As casas de apoio de Steven Tyler são chamadas de Janie’s House em homenagem ao sucesso do Aerosmith Janie´s Got a Gun, que fala sobre uma menina que é abusada pelo próprio pai.

Steven Tyler e os abusos do passado:

julia-steven

A atitude do cantor é admirável. Mas, se levarmos em consideração os atos dele no passado, pode ser resultado de  sentimento de culpa. Aos 27 anos de idade, Steven Tyler conheceu a jovem Julia Holcomb. Na época, ela tinha apenas 16 anos. O vocalista do Aerosmith persuadiu os pais da menina a darem a guarda dela à ele para que os dois pudessem viver juntos em Boston. O relacionamento durou por três anos, com direito a muita droga. Quando ela engravidou, um incêndio estranho quase a matou. Mesmo assim, Steven forçou ela a abortar o bebê mesmo com 5 meses na barriga.

Em sua biografia, o vocalista alega ter se arrependido dos atos do passado. Julia tornou-se católica e hoje conta sua história para ajudar meninas e mulheres que sofreram da mesma situação.

Confira a história de Julia abaixo:

Será que as casas de acolhimento financiadas por Steven Tyler são fruto de uma consciência pesada?