ratinho

Carlos Massa, ou como é mais conhecido “Ratinho”, o apresentador do “Programa do Ratinho”, se envolveu em uma polêmica, após chutar sua assistente de palco Milene Pavorô ao vivo no quadro “Foguetinho”, no último dia 15. A assistente que integra o elenco do programa, deixou o palco visivelmente abalada e irritada com a situação.

Além da infeliz atitude, Ratinho completou:

– Não podemos perder a esportividade.  Aroldo, o senhor notou que ela é uma funcionária rebelde? Providências terão de ser tomadas… Ela vai pra rua.

A “brincadeira” foi duramente criticada nas redes sociais, principalmente após o post do jornalista Miloch. Em seu Facebook o jornalista postou um texto criticando a ação do apresentador que em um momento em que os direitos das mulheres estão sendo constantemente discutidos, perdeu uma bela oportunidade de ficar quieto:

– Mulheres são vitimadas diariamente em seus lares, e nem a lei que tornou o feminicídio em crime hediondo fez baixar os índices deste tipo de delito. Para reforçar o discurso machista e mascarar a agressão, o SBT culpa a mulher – atitude comum aos agressores: no site da emissora, o vídeo tem o título: “Pavorô vira caixa andante e se dá mal”. A culpa é dela, claro. Quão infeliz o chute do Ratinho. O golpe claramente constrangeu Pavorô, a ele próprio e aos demais integrantes do elenco. Eu também fiquei constrangido. O Programa do Ratinho é veiculado em todo o Brasil. Quantos por aí não tomarão o exemplo do Carlos Massa, disse o jornalista.