inimigo da dieta

Esses dias eu tava de papo numa roda de amigas e, é claro, o assunto alimentação saudável acabou surgindo. Muito por eu estar inserida nesse meio profissionalmente mas, também, porque já vimos por aqui que a pauta é de interesse geral (ainda bem!). Entre um desabafo e outro tem algo que é muito comum: todo mundo já tentou alguma vez criar hábitos mais saudáveis e fracassou. E é muito natural que isso aconteça, mudar um comportamento sustentado durante anos é realmente desafiador e precisa de muita dedicação e principalmente insistência. O que ninguém te conta é o que está por trás do seu fracasso: você mesmo.

Vamos lá: se você decidiu sozinha e por livre e espontânea vontade que deseja mudar, se você que estipulou a data que isso vai começar (na segunda-feira, né?), você se comprometeu com você mesmo, não é? Só você sabe do que é capaz e conhece suas limitações. Aí entra a famosa autossabotagem: você fica arrumando desculpas incansáveis para quebrar a promessa que fez a você mesmo. Não é muito doido? Normalmente é a semana que foi estressante, e você decide que você merece. Ou porque você decide que já se esforçou o suficiente e pode dar uma escapadinha – mesmo que isso te deixe mais longe de atingir seu próprio objetivo. Se a gente para para analisar, chega a ser engraçado, né?!

Quando eu digo que você é o pior inimigo da sua dieta é porque, na maioria das vezes, a gente tende a não jogar limpo com a gente mesmo. Se você láááá no fundinho sabe que não consegue abrir mão de uma cervejinha no final de semana, tá tudo bem, seja honesto com você. Se prometa que vai tomar a cervejinha de 15 em 15 dias ao invés de cortar ela de vez da sua vida. Faça combinações que você possa cumprir. Isso vai evitar que você tenha a sensação de que fracassou quando chegar o final de semana e não der pra resistir ao choppinho bem gelado.

Outro ponto importante e fundamental para mudar qualquer hábito é entender que somos todos suscetíveis a erros. Todo mundo já tentou milhares de vezes e também fracassou. Você não precisa acertar de primeira. E tá tudo certo! Continue insistindo, aprenda com os erros ao longo do caminho. Lembre sempre que a comida não pode saltar na sua garganta, você precisa colaborar com ela para que ela chegue até a sua barriga. Comida e bebida também não devem ser recompensa pelo seu bom comportamento ou por causa da semana no trabalho. Alimentação é para nutrir seu corpo e sua alma, de forma consciente sempre! Seja seu amigo mais honesto que no final dá tudo certo.

Ah, se precisar de um aliado nessa batalha, conta comigo!

Um super beijo,

Paula Pinto.

Instagram-ATL-Girls