girl

Ontem me disseram que eu to diferente. Que eu me visto diferente. Que vou a lugares diferentes. Que eu já não pareço mais a mesma que eu era. Ontem me disseram que rap não é pra mim, ontem me disseram que eu cheguei ontem e ontem me disseram que o som que eu faço, é cultura de era. Ontem me disseram que eu me apropriei, logo eu que sempre cuidei pra não ferir ninguém. Ontem me disse que eu tenho que adiar meu sonho de escrever porque tem gente que tá a muito mais tempo nesse rolê e quem sou eu pra chegar atrapalhando o corre dos que inclusive me chamam pra feat fazer?

Ontem eu disse que finalmente achei o meu espaço. Ontem eu falei sobre a poesia ser o abraço que me impediu de cometer suicídio, ontem eu disse que a poesia me ajudou a evitar o meu possível e provável feminicídio. Ontem eu contei que a poesia me deu coragem pra terminar um amor doente e ontem eu falei sobre o presente que é ter conhecido todo mundo que eu conheci.
Ontem ele me disse que eu to forçando a barra, disse que não entendeu porque “do nada” eu mudei tanto em tão pouco tempo. Ontem eu disse que ele não me conhece. Ontem ele me disse que eu cheguei hoje e que isso é meu passa tempo. Passa tempo? Eu vendi quase todos os meus instrumentos pra juntar grana pra fazer som e ontem eu lembrei que às vezes não importa o quanto cê faça pelos outros, quase nunca tá totalmente bom.
Ontem eu disse pra ele que finalmente tô feliz. Que meu orixá que quis que eu cantasse. Que minha mãe oxum me abençoou com esse dom. E que cada vez que eu fizer com amor, que eu encontre o som do coração de quem tiver escutando ou lendo. Ontem ele me disse que eu to errada, que eu to errando. Como algo que me faz tão completa pode ser erro. Ontem me bateu um desespero e confesso que quase pensei: será que eu deveria desistir. Hoje eu acordei determinada a escrever pra descarregar, e decidi ler minha poesia aqui. Ontem falei que finalmente eu me sinto intima de mim mesma e ontem ele disse que eu tenho que esperar em pé do lado da mesa e ir comendo pelas bordas. Ah, ontem eu disse pra ele “ACORDA”! Ontem eu tentei explicar que eu mudei completamente porque foi só agora que eu finalmente consegui me achar. Ontem ele disse, antes de ontem outro disse, amanhã alguém vai vir falar e no fim das contas não importa o quanto você faça as coisas com o coração, sempre vai ter uns por ai pra dizer que aqui não é seu lugar.
Instagram-ATL-Girls