pantera-negra-numeros-estreia

A Marvel Studios acaba de lançar o longa Pantera Negra. Estrelado por Chadwick Boseman, Michael B. Jordan, Lupita Nyong’o e Danai Gurira, o filme não é apenas um sucesso em bilheterias, mas uma história cheia de representatividade. Há quem diga que é o melhor filme produzido pelo estúdio desde Homem de Ferro.

giphy-downsized

A trama traz à tona as origens milenares dos Pantegras Negras, um manto que é passado de pai para filho e que tradicionalmente fica na linha de sucessão entre os aspirantes ao trono do reino de Wakanda. Para contar a história, o elenco escolhido é majoritariamente de atores negros, um fato histórico entre os longas comerciais de super-heróis.

E é impossível falar sobre esse filme sem mencionar as mulheres – tanto na ficção quanto na realidade. Na história, ainda que os homens lutem pelo posto de rei, o verdadeiro poder vem da Deusa Bast, que leva o significado de heroísmo para outros patamares.

Nessa onda de representatividade, Pantera Negra acaba por cumprir uma função muito importante. Algumas iniciativas estão incentivando crianças a assistirem ao filme. A atriz americana Zendaya, por exemplo, comprou uma sessão do filme e levou 300 crianças negras de Oaklad, cidade onde ela nasceu na Califórnia.

Uma campanha foi lançada no Go Fund Me junto da tag #BlackPanterChallenge ao redor do mundo para auxiliar crianças negras a assistir o filme. E é claro que a Lupita Nyong’o iria fazer parte desse movimento. A atriz do filme levou 600 crianças de Kisumu, no Kenya, para assistir ao filme com ela.

Aqui em Porto Alegre não foi diferente, Vitória Silva saiu do cinema maravilhada após o filme e com uma missão: levar crianças negras da comunidade onde mora para assistir também. Foi então que ela chamou todo mundo para doar um ingresso para uma criança negra, e levar o máximo de crianças possíveis para assistir ao filme. No total, 210 ingressos para crianças negras e de periferia foram distribuídos para assistirem ao filme em 3D com direito a transporte, pipoca e refrigerante. Demais, né?

Instagram-ATL-Girls