alyssa-milano-news

Desde o dia 5 de outubro, diversas mulheres revelaram ter sido assediadas – e até estupradas – por Harvey Weinstein, um dos produtores mais influentes da indústria cinematográfica. Após esse ocorrido muitas mulheres se mobilizaram e contaram sua história de abuso sexual, inclusive a atriz Alyssa Milano, que mobilizou o Twitter no dia 15 de outubro, com a criação da hashtag #MeToo para denunciar abusos sofridos por mulheres.

tweeet1

“Sugerido por uma amiga: se todas as mulheres que já foram assediadas ou abusadas sexualmente escreverem ‘Eu também.’ como status [da rede social], talvez a gente possa dar às pessoas uma noção da magnitude do problema”, publicou ela, junto com a chamada: “Se você já foi assediada ou abusada sexualmente escreva ‘eu também’ como resposta a esse tuíte”.

tweeet2

“Ter sido estuprada da primeira vez fez com que fosse mais fácil ser estuprada novamente. Eu instintivamente me fechei. Meu corpo se lembrava, então me protegeu. Eu desapareci”.

E deu super certo!!!  Só em 24h cerca de 500 mil mulheres já haviam se unido à campanha. Dentre elas estão celebridades como Lady Gaga, e as vencedoras do Oscar Anna Paquin e Patricia Arquette. Veja alguns dos tweets.

tweeet3

tweeet4

tweeet5tweeet6

tweeet7

Instagram ATL Girls