pam eventos

Antigamente as mulheres que tinham filhos normalmente ficavam em casa, cuidando dos filhos, mas com o passar dos anos foram percebendo que também queriam trabalhar fora, conquistar o seu espaço no mercado de trabalho. Mais uns anos se passam e muitas mulheres perceberam que trabalhar fora, cuidar da casa, filhos, marido e todas as milhares de outras tarefas que nós mulheres tentamos conciliar, é muito mais difícil do que se imaginava.

esther-anderson-cleaning-toys

Trabalhar fora para quem tem filhos significa menos tempo com eles, e isso para as mães de bebês pequenos é ainda mais assustador, pois a maioria das empresas adere a política de 4 meses de licença maternidade e não permite que saiam mais cedo para amamentar. Isso sem falar que é permitido faltar apenas uma vez ao ano para cuidar de um filho doente sem que seja descontado do seu salário.

Muitas se desesperam, pois a questão financeira é sempre crucial, mas temos que engolir o choro e voltar para uma jornada insana, vendo seu filho apenas 2, 3, 4 horas por dia?

É nesse momento que muitas mães começam a pensar sobre criar seu próprio negócio, pois assim terão mais tempo com seu bebê. Mas na verdade não é bem assim. Empreender é muito mais do que apenas largar um emprego formal. Muitas optam pelo home office, como eu optei. Toca o telefone, é um cliente, mas você está em uma luta de UFC tentando convencer seu filho (que está aos berros) a tomar banho.

964cf03b26c31b76bff710da54526d51

Uma reunião extremamente importante pela manhã e seu filho passou a noite  ardendo em febre. Sem falar que home office, você tem que lidar com a bagunça da casa, a louça te esperando na pia.

São tantas coisas.

E uma hora você se pergunta: “Mas porque mesmo eu abri mão de um trabalho formal, onde todo mês meu salário está certinho na minha conta? Onde estão aqueles momentos lindos de mais tempo com meu filho”?

Empreendedorismo materno não é sinônimo de mais tempo com nossos filhos, mas sim de ter mais flexibilidade. Eu por exemplo nunca trabalhei tanto na minha vida. Trabalho antes do meu filho acordar, depois que ele dorme fico até de madrugada, finais de semana…

É difícil, você tem dias que trabalha de pijama, com a cara mais acabada do mundo e deixa seu filho por MUITAS horas na frente da televisão assistindo desenhos e sem falar no que a sua família fala quando te visitam e dizem: “nossa, como a sua casa está toda bagunçada se você passa o dia inteiro em casa?”.

871

Mas mesmo sabendo de todas essas dificuldades, de estar, mas não estar com o seu filho, empreender depois de ser mãe tem sim muitos benefícios. Fazer o seu horário, poder desmarcar seus compromissos quando seu filho fica doente, tirar um dia de folga para passear com seu filho. Ter autonomia no seu dia a dia, ver seus primeiros passos, palavras, são tantas coisas boas!

Claro que dá medo!

Foi pensando nisso que eu, em parceria com Daniella Pereira, do @diariodeumamaeimperfeita e as irmãs Laura e Patrícia, do Ateliê Tá Na Caixa, criamos um encontro para ajudar as mulheres que que estão nesse impasse, empreender ou não depois de ter filhos.

IMG_1406

IMG_1189

IMG_1032

IMG_1020

IMG_1050

IMG_1134

O “Vamos Empreender Mamãe”, trouxe a coach Carolina Moreira, idealizadora do projeto Três Tons de Preto, para ajudar as dúvidas das mães que estiveram presentes e para isso, a coach trouxe duas perguntas: “O QUE VOCÊ BUSCA?” e também “O QUE TE IMPEDE DE REALIZAR?”

Cada uma abriu seu coração e a maioria tem as mesmas respostas: o medo de arriscar em algo que se não tem garantia de que vá dar certo, a falta de incentivo tanto do marido, da família e a questão financeira. E além das mães que estão pensando em abrir o seu próprio negócio, tivemos a presença e depoimentos de mães (e uma boadrasta!) que já estão com a mão na massa, para mostrar que SIM, é possível empreender depois dos filhos.

As nossas empreendedoras foram: Di Lingerie, Dos Deuses, Ponto do Brigadeiro, Maria Joaquina Criancices, Pingente de Amor, Fabriqueta Infantil e Alessandra Carvalho Artesanatos.

IMG_0791

IMG_0805

IMG_0815

IMG_0865

IMG_0870

IMG_0889

IMG_0893

IMG_0904

Juntas a gente deu gargalhadas, refletimos, choramos e com certeza, quem estava indecisa teve uma sementinha de positividade plantada e quem já está, ganhou um gás a mais para continuar empreendendo.

Seja lá qual for seu sonho, ambição ou desejo de realização profissional/pessoal, é como a frase da maravilhosa Michele Obama: “Sucesso não tem a ver com o que você ganha. Tem a ver com a diferença que você faz na vida das pessoas.

november3

E aí, vamos empreender mamãe?

Lá nas nossas redes sociais, tem muito mais sobre empreendedorismo materno, realidade materna, empoderamento, então, não esquece de nos acompanhar no nosso Instagram @fofocademae ou na nossa fanpage/fofocademae.

Beijos pipow! <3

www.fofocademae.com.br

* Créditos das fotos: Mariana Zarth Fotografia