omelete

Quem nunca ouviu por aí que comer a noite engorda que atire a primeira pedra. Tanto o jantar quanto os (coitadinhos) dos carboidratos são vistos como vilões nas dieta de emagrecimento, mas chegou a hora da gente desvendar se isso realmente é verdade e o mais importante, saber o porquê! Na maioria das vezes escutamos de um vizinho, colega de trabalho, amigos da faculdade, no almoço de família e por aí vai. Na verdade, quando o assunto é alimentação e dieta, sempre tem alguém pra dar um pitaco, né não? Mas calma que hoje a nutrinha aqui vai te ajudar a lidar melhor com a tão temida última refeição do dia!

Ensinamento número 1: carboidratos são importantes para manter seu corpo funcionando, através deles que obtemos energia para o cérebro e músculos. Ao invés de cortá-los, você deve consumir os carboidratos certos, na quantidade certa. A regra é a mesma de sempre: prefira sempre carboidratos integrais <3. Além disso, comer carboidratos do bem à noite pode ajudar na qualidade do sono. O que engorda não é o horário que você come, mas a qualidade e quantidade do que você está comendo. Comer em excesso engorda em qualquer horário do dia, assim como refeições sem equilíbrio nutricional.

Ficar em jejum ou dormir com fome também não tá com nada. Se você comer pouco a noite e acordar morrendo de fome comendo até as paredes, sua estratégia certamente está equivocada. Fibras, gorduras do bem e proteínas magras dão mais saciedade e são ótimas opções para ir dormir feliz e satisfeito. É importante salientar que uma refeição muito pesada perto da hora de dormir pode ter o efeito contrário e prejudicar a sua noite de sono. Equilíbrio é tudo e cada um tem o seu. Outro ponto importante: conheça os alimentos, seja curioso, procure sempre saber o que está comendo, do que esse alimento é composto e com o que é legal combiná-lo. Pra facilitar, separei 5 dicas pra arrasar na hora do jantar, mas não esquece de procurar um profissional que faça as adaptações necessárias às suas necessidades, ok?

#1 Saladas

Quentes ou frias, as saladas são ricas em fibras e podem cair bem no inverno e no verão. Combine com grãos como lentilha, grão de bico e até feijão. Arroz também pode compor a sua saladinha e dar aquele up.

#2 Sanduíches e wraps

Usar o pão integral ou fazer a massa do seu wrap com farinha de aveia vai proporcionar uma refeição nutritiva, leve e te deixar bem saciado. Combine com saladas e proteínas magras como frango, peixe e queijo branco. Usando os disquinhos você pode até arriscar uma mini pizza com molho de tomate caseiro. Yummy!

#3 Sopas <3

Nessa época do ano cai super bem, né? O ideal é que sua sopa tenha legumes de todas as cores! Na hora de escolher o carboidrato, opte pela batata doce ou mandioca e fique à vontade para acrescentar uma proteína magrinha. Temperos também fazer toda a diferença!

#4 Se você é daqueles que gosta de comer comida a noite, sem problemas!

Arroz integral acompanhado de um peixinho ou frango assado pode estar no seu jantar. Tenha sempre legumes e verduras em maior quantidade do que carboidrato, assim você fica mais saciado e sua refeição se torna mais leve. O famoso spaghetti de abobrinha ou a lasanha de berinjela são uma ótima ideia aqui.

#5 Omelete!

Pra dar aquela turbinada no seu omelete, você pode acrescentar farinha ou farelo de aveia na massa. Outra opção é juntar goma de tapioca e farinha de linhaça e fazer a famosa crepioca. Para rechear, legumes, cogumelos, legumes… Use a criatividade! Tem recheio que não acaba mais!

Essas foram algumas dicas pra te ajudar a comer sem medo e sem peso na consciência! É super importante ter um profissional pra te ajudar a acertar nas quantidades e te mostrar opções que não te faça enjoar de comer bem na primeira semana. Até a semana que vem com mais conteúdo saudável e gostoso por aqui!

Um beijo,

Paula Pinto.

Instagram ATL Girls