faixagirls 18 + ok

lelo

Quanto você seria capaz de pagar pelo seu prazer? Pois na minha opinião, prazer bom é aquele que vem de graça, mas tem gente por aí gastando milhares de reais em busca de orgasmos mais intensos – ou pelo menos mais requintados.

A verdade é que eu descobri o LELO de uma forma muito gozada – hehe – estava vendo uma reprise do Saia Justa e papo vai, papo vem, Astrid Fontenelle comenta que presenteou as outras meninas do programa com um desses. Fiquei curiosa, dei um Google e, pra minha surpresa, descobri que além de MUITO CAROS, MUITO MESMO, os vibradores LELO são verdadeiras peças de design. quase item de colecionador. Inclusive, conversando com amigas sobre essa pauta, uma delas disse que POSSUI UM EXEMPLAR. E que ele é tão bonito que a piada entre ela e o companheiro é que o vibrador deveria ficar na estante, justamente por parecer um item decorativo. É maravilhoso pensar que um vibrador pode ficar lado a lado com um souvenir daquela viagem incrível à Europa, né?

giphy

Bom, o fato é que a LELO conseguiu, em meio a um setor de produtos que normalmente beiram a vulgaridade – nada contra, acho ótimo. Relembre minha experiência com produtos eróticos clicando aqui! – conciliar tecnologia, elegância e versatilidade. Sim, os LELO possuem inúmeras possibilidades de uso, basta usar a imaginação.

E também basta dar uma passadinha rápida pelo site da marca pra entender que eles não vieram a passeio:

Nossa singularidade está consolidada na nossa abordagem guiada pelo design em nossos produtos. Nós temos um DNA de design intrínseco e instantaneamente reconhecível; princípios que informam todas as nossas criações do início ao fim e que evoluem conforme o passar do tempo para estarem à frente das tendências. Isso significa que nós, como nenhuma outra marca, podemos oferecer aos nossos clientes novas sensações antes que eles, até mesmo, saibam que as querem.

giphy (1)

Não é a toa que em 2016, mais de 16 milhões de produtos LELO foram vendidos. E aqui é importante frisar: eles não chamam de vibradores, mas sim de MASSAGEADORES ÍNTIMOS. E como falei ali em cima, eles podem ser usados de formas variadas, inclusive pra dar fim àquela dorzinha na nuca/pescoço. Eu acho isso chique demais. Juro.

Mas chega de conversa fiada e vamos ao que interessa: os produtos.
O carro-chefe da marca é o massageador Soraya. Feito de silicone, à prova d’água, bateria recarregável que nem a do celular, muitos modos de vibração e um investimento daqueles que chega a dar uma dor: não sai por menos de R$800. Dá pra comprar clicando aqui!

LELO_Insignia-Luxe_SORAYA_Packaging-1_Cerise

Aí cheguei no LUNA BEADS, uma opção elegante e discreta às tradicionais “bolas de geisha“. Servem pra reforçar a parede vaginal e torná-la mais sensível ao toque, melhorando o controle muscular e permitindo orgasmos mais intensos e estimulantes. E VÊ SE NÃO É LINDO – pena que custa mais de SEIS MIL REAIS.

LELO_Insignia_LUNA-BEADS-LUXE_packaging_gold_2x_0

Nessa altura eu já tava passando mal com os valores, mas não sabia o que me aguardava. Com vocês, INEZ. Não a Brasil. Esse massageador é uma peça artesanal feita de aço inoxidável ou banhado a ouro de 24 quilates para satisfazer os prazeres gourmets. PRAZERES GOURMETS. INEZ™ não é só o mais o objeto de prazer mais belo mas também o mais gratificante. SIM, até porque você leva uma peça pra casa se quiser desembolsar a bagatela de CINQUENTA E QUATRO MIL REAIS. Ahn, se você quiser comprar, tá aqui o link.

LELO_Insignia_INEZ_packaging_gold_2x_0

Ainda não tô sabendo lidar com a expressão PRAZERES GOURMETS, mas eis aqui uma notícia boa: o LELO possui produtos com valores mais acessíveis – que é só a gente parar de fazer carnêzinho por uns dois ou três meses e fica fácil ter um desses pra chamar de nosso.

Instagram ATL Girls