1485180534621

No último sábado (21), mais de 5 milhões de pessoas em todo o mundo, e mais de 1 milhão só em Washington, foram marchar, falar e fazer ouvir as vozes das mulheres, principalmente aquelas não satisfeitas com o novo governo dos Estados Unidos.

O movimento internacional chama-se Women’s March, e apesar do foco ser contra o novo presidente Donald Trump, ele não é um protesto específico para eleições nos EUA. É para defender os direitos das mulheres, uma nova reforma da imigração e da saúde; combater a islamofobia, o abuso com os LGBT, desigualdades raciais e falar sobre questões de direitos civis, trabalhistas e ambientais.

A frase do movimento é: Trabalhamos pacificamente enquanto reconhecemos que não há verdadeira paz sem justiça e equidade para todos. OUÇA NOSSA VOZ“.

Resultado de imagem para women's march

A Marcha das Mulheres (Women’s March) juntou centenas de milhares de pessoas ao redor do mundo, que também teve o apoio de grandes personalidades que levantaram suas vozes ao palco do evento. Entre os discursos inspiradores, destacaram-se Gloria Steinem, Madonna, Janelle Monae e mais:

“Presidente Trump, eu não votei em você. Eu respeito isso, você é o nosso presidente eleito e também quero ser capaz de apoiá-lo”. – Scarlett Johansson

“Nós não vamos permitir que nossos corpos sejam tomados e controlados pelos homens do governo ou em outros lugares. Nós queremos o melhor para todos os americanos. Sem ódio. Sem fanatismo. Valorizamos educação, saúde e igualdade (…) lutaremos até que nossas vozes sejam ouvidas, até que as bombas param de cair em outros países”. – Alicia Keys

Resultado de imagem para women's march

A maravilhosa Angela Davis:

“Esta é uma marcha das mulheres e ela representa a promessa de um feminismo contra o pernicioso poder da violência do Estado. E um feminismo inclusivo e interseccional que convoca todos nós a resistência contra o racismo, a islamofobia, ao anti-semitismo, a misoginia e a exploração capitalista”.

Suze Perlov washington dc womensmarch womens march womens march dc

Além disso, entre as manifestantes estavam muitas celebridades, como Rihanna, Zendaya, Rowan Blanchard, Ariana Grande.

É lindo de ver a força feminina mostrando que está presente e que não se conforma com a situação atual.

Movimentos como esse nos dão esperança de que devemos, sim, lutar para um mundo melhor, que abrace a todos e que valorize cada um! O que resta dizer é que apoiamos totalmente o movimento e que resistiremos!

utah womensmarch womens march sundance 2017 park city

@negraecrespa

Instagram ATL Girls