imagem

Quando tu é pequena e começa a pensar no que vai ser quando crescer, o filme é o seguinte:

Estudar -> faculdade -> ter um bom emprego -> casar -> ter a casa própria -> vida financeira estabilizada -> ter filhos -> família feliz.

Porém a vida é uma caixinha de surpresas e às vezes faz com que essa ordem seja invertida por completo. Um dia tu descobre que está grávida, e isso sem planejamento algum. Independente do roteiro que você quisesse seguir, não seguirá mais da mesma forma. As cenas de todos os próximos capítulos serão modificadas.

A história mudou e o filme tem um novo protagonista, teu filho. A partir de então tu começa a criar expectativas do como será a gestação e de como será tua vida após teu filho nascer. Aqui começa toda a loucura de ser mãe. Sim, por que ser mãe é uma loucura sem fim.

Eu não tinha muita noção do que teria pela frente, mas alguma coisa sempre se imagina (SENHOR, quanta ingenuidade dessa loira aqui), e rir sozinha não tem graça né? Então vou contar quais foram as minhas expectativas e como elas foram (e são) na realidade.

no opinion

#01 Estar grávida é um momento lindo e único na vida de uma mulher

Desculpa as mães que tiveram uma gravidez assim linda, mas a minha não teve nada de glamour. Vômitos, inchaço, azia, dores na coluna, cansaço, falta de ar e insônia foram acontecimentos frequentes, sem falar aqueles chutes nas costelas que fazem você ver estrelas de tanta dor.

#02 Contração é igual cólica

Ahaaaaaam, vai nessa! Contração dói demais. É uma dor que você não consegue descrever. Tu não concorda ou não teve essas dores? Então sou tua fã! Respira, inspira, mantras, canções de ninar… nada funciona e tu só pensa: tira essa dor de mim, pelo amor de Deus.

#03 Amamentar é uma forma de amor puro entre mãe e filho

Se você tiver um seio que te proporcione uma amamentação tranquila, parabéns meu amor! Eu sofri demais para amamentar. Para mim foi a pior parte. Não tinha bico e tive muito leite, então empedrou. Foram muitas e muitas lágrimas para conseguir superar tanta dor. Sabia que era importante para a minha recuperação e para o desenvolvimento do meu filho, então vamos lá!! #SangueNoZóio hahaha

#04 Deixaria tranquilamente meu filho sozinho com a minha família

Mães, bando de sonhadoras né? A primeira vez que deixei meu filho sozinho com a minha mãe para poder me mimar um pouco, deve ter sido depois do primeiro mês dele. Fiquei em torno de uma hora fora de casa e MEU DEUS, que estranho! Só neste período liguei mais de 5 vezes para saber como estavam. Podemos chamar de loucura esse sentimento?

#05 Voltar a trabalhar depois da licença-maternidade será difícil

Sabe a carta de alforria? Então, me senti assim! Claro que sentia saudade do meu filho, mas me sentia fazendo algo importante trabalhando. Me fez muito bem, pois passei curtir ainda mais meus momentos com ele.

#06 Voltaria logo ao peso de antes da gestação

Não sou nenhuma uma atriz famosa, com personal trainer e 32 babás para poder me exercitar com frequência e conseguir aquele corpo de volta. De brinde da gestação, além de um filho, ganhei uma pochete.

pança

#07 As estrias desapareceriam depois de parir

Não sei por qual motivo, mas não peguei a genética boa da minha mãe (3 filhas e nenhuma estria no corpo). Já eu, fiquei parecendo que fui atacada pelo Wolverine. Lutando dia após dia com laser, carboxoterapia e mandingas para que elas sumam de uma vez por todas. Mas né, gostaram do corpinho aqui e não querem desapegar de forma alguma.

#08 “Criança aprende brincando e brincando ela é feliz…”

Quem inventou isso? Sério, educar é uma das coisas mais difíceis que pode existir, pois não depende apenas de brincar, mas de muita paciência, dedicação, amor, calma, serenidade e diversas outras coisas. Sabem por que de tudo isso? Pois estamos educando pessoas para o mundo. Somos nós que vamos criar o futuro de amanhã. Clichê? Pode até ser, mas é a verdade. As crianças bem educadas e amadas de hoje serão os adultos de amanhã, e cabe a nós moldarmos o que queremos desse futuro.

mom

E não é apenas isso. São inúmeras expectativas que me surpreenderam para o lado bom quando se tornaram reais, mas também para o lado ruim. Porém independente de qualquer um desses e outros tantos itens, ser mãe é a melhor coisa que pode existir.

Se quiser conhecer mais dessas expectativas, lá no instagram @fofocademae e no nosso blog tem muito mais!

www.fofocademãe.com.br

7abc6e25c0fbd2903731a9c2ae19f77e