sexo

Quem aqui nunca comparou, ou teve vontade de comparar, sua vida sexual com a dazamiga, hein? Só para matar a curiosidade e saber se está tudo certo com o seu relacionamento?

Então, já te adianto que isso é besteira, bonita. Não importa se a sua colega transou todos os dias com o bofe e você não. Muitos fatores influenciam na frequência do rala e rola, por isso comparar não é um parâmetro confiável.

forever21-19

Mesmo sabendo disso, você continua com aquela curiosidade danada em saber qual seria a frequência ideal? Bom, para isso, existe a boa e velha ciência.

Pesquisadores da Universidade Carnegie Mellon, nos EUA, tentaram encontrar a resposta para essa pergunta e descobriram um fato BEM interessante.

Eles separaram 64 casais com idade entre 35 e 65 anos em dois grupos. O primeiro grupo continuou normalmente com sua rotina sexual. Já o outro teve de dobrar o número de transas da semana. O resultado? Adivinhem!

tumblr_nhkuuhTRdO1r8jjn6o1_500 (1)

Os casais que dobraram a rotina sexual não tiveram aumento no nível de felicidade, e pior: tiveram uma queda no desejo e satisfação sexual.

De acordo com os pesquisadores isso aconteceu porque fazer mais sexo não torna as pessoas mais felizes, é o inverso, pessoas felizes fazem mais sexo. A obrigatoriedade de dobrar o número de transas também pode explicar os resultados desastrosos.

tumblr_m7qf2mOYmj1ro2d43

Bom, no final das contas nem os cientistas encontraram a resposta que a gente queria, ou melhor, encontraram: a frequência ideal de sexo de um casal saudável e feliz é quantas vezes dar vontade. Deu vontade? Vai lá e faz!

7abc6e25c0fbd2903731a9c2ae19f77e